Jogos de Uno
Você está em: » » Operadora Claro
Saiba mais sobre a operadora Claro site da Claro

A Claro atua nacionalmente e atende a mais de 61 milhões de clientes, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A operadora está presente atualmente em mais de 3.600 municípios com as tecnologias 3G e GSM com a oferta de conteúdos e serviços inovadores, a Claro possui acordos de roaming em mais de 160 países para serviços de voz e em mais de 140 para tráfego de dados, nos cinco continentes. É controlada pela América Móvil, um dos cinco maiores grupos de telefonia móvel do mundo.

No segmento pós-pago, a operadora foi pioneira ao lançar, em 2010, o plano Sob Medida, em que o cliente monta o plano de acordo com seu perfil e necessidade de uso. A partir de uma contratação mínima de R$ 60, o cliente já usufrui de benefícios como a promoção Claro Ilimitado, com ligações locais ilimitadas entre celulares Claro de mesmo DDD.

Histórico

A Claro é uma marca que nasceu no Brasil em 2003 da união de seis operadoras regionais: Americel (que iniciou sua rede TDMA em 1997 no Centro-Oeste e parte da região Norte) e outras cinco companhias que iniciaram suas operações em 1998, também com a tecnologia TDMA – ATL (RJ e ES), BCP Nordeste, BCP SP, Claro Digital (RS) e Tess (interior e litoral do Estado de SP). Em setembro de 2003 foi anunciada a consolidação de todas essas operadoras sob uma única identidade, a marca Claro, escolhida por transmitir os atributos desejados pela nova empresa: transparência, inovação e proximidade.

A Claro é controlada pela América Móvil, o maior grupo de telefonia móvel das Américas que, a partir de 2006, passou a adotar a marca Claro em outras operações em 13 países da América Latina (Argentina, Chile, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai, Equador, Costa Rica).

Claro torpedo grátis

Claro Torpedo WebOi torpedoTIM Torpedo WebTorpedo Vivo Web

 

+ MULTAS

Operadoras de telefonia móvel são multadas em R$ 6 milhões no Piauí
Programa de Proteção ao Consumidor multou TIM, Claro, OI e Vivo. 'Multa não possui apenas caráter punitivo, mas corretivo', diz coordenador

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) multou as quatro operadoras de telefonia móvel que atuam no estado do Piauí. O valor das multas aplicadas à TIM, Claro, OI e Vivo chegam a somar R$ 6 milhões. O Procon adotou a medida após julgar processo administrativo instaurado para apurar a qualidade dos serviços de telefonia móvel (SMP) prestado pelas empresas.

No decorrer do processo, o Procon analisou os relatórios de fiscalização elaborados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e concluiu que a cobertura do serviço de SMP é ineficiente, havendo suspensão temporária de serviços, linhas cruzadas, serviço banda larga e 3G comercializados em cidades que não dispõem da tecnologia, sobrecarga do sistema e velocidade de navegação na internet inferior à ofertada.

O levantamento estatístico apresentado pelo Procon é proveniente da base de dados do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), referente às reclamações propostas por consumidores, que também serviram de base para a condenação das quatro operadoras.

A pesquisa demonstra a insatisfação e o grande número de usuários que demandam diariamente junto ao órgão, pelos mais variados motivos, associados à péssima qualidade dos serviços prestados como: serviço móvel, a banda larga (internet), cobrança indevida e/ou abusiva, o serviço de atendimento ao cliente, o não fornecimento do serviço contratado, etc.

O G1 procurou as quatro operadoras (TIM, OI, Claro e Vivo), mas apenas duas empresas se manifestaram.

Em nota a OI informou que em 2012, "investiu R$ 6,6 bilhões, com foco total na expansão da rede e na qualidade dos serviços prestados a seus clientes. Para este ano, a companhia prevê mais R$ 6 bilhões de investimentos em todo o país, que serão destinados à expansão e melhoria da infraestrutura, novas tecnologias e melhorias de processos, para assegurar a qualidade no atendimento e na prestação dos serviços oferecidos aos clientes".

A Vivo disse que a empresa não recebeu nenhuma notificação e que por esse motivo só irá se pronunciar após receber o documento do Procon e enviar para análise do departamento jurídico.

Até a publicação da reportagem a operadora Claro não havia se posicionado sobre o assunto. Nenhum responsável pela TIM foi encontrado para comentar sobre as reclamações.

Para o Coordenador Geral do Procon, promotor de Justiça Cleandro Moura, a multa aplicada não possui apenas caráter punitivo, mas também corretivo, já que as operadoras de telefonia deverão prestar um serviço de qualidade aos consumidores.

"Caso isso não ocorra, novas penalidades poderão ser aplicadas às prestadoras, inclusive, com a propositura de ação civil pública para impedir a comercialização de novas linhas enquanto não sanado o problema, já que é direito do consumidor a adequada funcionalidade dos bens e serviços disponibilizados no mercado”, disse Cleantro Moura.

SERVIÇOS

Claro Vídeo chegará a SmartTVs e videogames

O serviço de vídeo on-demand da Claro, o Claro Vídeo, chegará às smartTVs da Samsung “dentro dos próximos dois meses”, segundo o diretor de serviços de valor adicionado e roaming da operadora, Alexandre Olivari.

Por enquanto, o serviço é restrito aos assinantes móveis, já que a cobrança é feita diretamente na conta telefônica do cliente. A assinatura mensal custa R$13,90 e o cliente ainda pode adquirir lançamentos de filmes por R$6,90 cada.

A expansão do serviço será possível porque a Claro pretende incluir a opção de pagamento via cartão de crédito até o final do ano. "Hoje, por uma questão técnica, o serviço está restrito aos assinantes da Claro, porque fazemos a cobrança na fatura, mas com a cobrança no cartão de crédito poderemos estender o serviço a qualquer pessoa, mesmo que não seja cliente móvel da Claro", explica Olivari.

O próximo passo, segundo o executivo, é levar o Claro Vídeo aos videogames. A Claro, atualmente, negocia com a Microsoft e a Sony para incluir o aplicativo do serviço no Xbox e no PlayStation.

MULTA

Agora é a vez da Claro: operadora recebe multa de R$ 21,7 milhões da Anatel
Multa foi publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União. Empresa foi punida por violar artigos de legislação, segundo despacho

Depois de multar sem parar a Oi, a Anatel agora se virou para outras operadoras. A Claro é a nova vítima, com uma multa de R$ 21,7 milhões.

A agência reguladora começou 2013 com tudo e já passou das 20 multas aplicadas à operadoras nestes primeiros meses do ano. A Oi é o principal alvo e já deve mais de R$ 70 milhões, mas não o único – a Vivo já tinha sido multada antes desta punição milionária aplicada à Claro.

A Claro foi multada por infringir regras sobre o licenciamento de estações do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações. Segundo a Folha, a operadora não vai se pronunciar sobre o caso.

Os quase R$100 milhões que as operadoras devem juntas à Anatel – são mais de R$ 70 milhões da Oi, cerca de R$ 4 milhões da Vivo e agora R$ 21,7 milhões da Claro – poderão ser trocados por investimentos para melhorar os serviços oferecidos aos consumidores. A agência aprovou em primeira versão um regulamento para as operadoras usarem o dinheiro que seria para as multas para melhorarem a infraestrutura, mas o documento ainda vai passar por consulta pública.

ECONOMIA

Consumidor vai ajudar em mudança nas operadoras
Anatel receberá sugestões para formular proposta com melhorias nos serviços das empresas de TV, internet e telefonia

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) começou a receber ontem sugestões de consumidores a respeito de serviços prestados por empresas de TV, internet e telefonia. Essa contribuição vai ajudar na edição de proposta formulada pela agência visando melhorar a qualidade de atuação dessas companhias no país. O texto fica disponível na web até 17 de abril e consumidores podem participar via e-mail e fax.

O número de fax disponível para as contribuições é (61) 2312-2002 e é possível, também, mandar e-mails para biblioteca@anatel.gov.br. A proposta do Regulamento de Atendimento, Cobrança e Oferta a Consumidores de Serviços de Telecomunicações, elaborado pela Anatel, deve ser consultada em: http://goo.gl/DSE9f.

De acordo com a agência, o objetivo é estabelecer novas regras quanto aos pacotes ou ofertas de combos. Também servirá para unificar e aperfeiçoar regras na prestação de serviços ao consumidor em TV por assinatura, telefonia fixa e móvel e banda larga fixa.

O técnico de informática João Baptista, de 25 anos, vive conectado pela web, smartphone e TV a cabo. Ao longo dos anos, teve vários problemas com operadoras. Ele espera que essa contribuição à proposta da Anatel possa ser a saída para os solucionar as frequentes dores de cabeça com as empresas.

“Seria bom se elas (empresas), de fato, escutassem e resolvessem as falhas nos serviços”, afirma Baptista.

Novos pacotes para tarifas

O Banco Central (BC)anunciou ontem novas regras para instituições financeiras. Serão criados três novos pacotes padronizados de tarifas para contas de depósito. Medida visa estimular a competitividade entre empresas, além de permitir a comparação de preços para cliente.

De acordo com publicação no Diário Oficial da União, os pacotes terão que oferecer um número igual de serviços bancários, como número de saques e fornecimento de cheques, entre muitos outros.

Além disso, o cliente não será mais obrigado a contratar pacotes, sendo possível aderir a serviços avulsos. Isso, portanto, deve constar já no contrato de abertura de conta para o cliente.

ANATEL

Operadoras de celular não atingiram metas de acesso à internet
Em outros indicadores, como o índice de queda de chamadas, queda de conexão da internet pela rede móvel e acesso à rede de voz, as empresas atingiram as metas estipuladas pela Anatel

Anatel pune operadoras de celularA primeira avaliação do desempenho das operadoras de telefonia celular feita pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostrou que as quatro empresas analisadas (Vivo, Claro, TIM e Oi) não conseguiram cumprir a meta estabelecida em relação ao serviço de conexão à rede de dados. Os resultados são referentes aos meses de agosto, setembro e outubro do ano passado.

A meta da Anatel é que as operadoras cheguem a cerca de 98% de sucesso no acesso à internet pela rede móvel. Em outros indicadores, no entanto, como o índice de queda de chamadas, queda de conexão da internet pela rede móvel e acesso à rede de voz, as empresas atingiram as metas estipuladas pela agência.

A análise começou a ser feita depois que a Anatel suspendeu as vendas de novas linhas por 11 dias, em julho do ano passado, por causa do desempenho insatisfatório das operadoras. As empresas tiveram que apresentar planos, que contemplam investimentos na melhoria das redes, do atendimento ao usuário e diminuição de interrupções do serviço.

Em nota, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), destacou que as operadoras vêm cumprindo praticamente todas as metas definidas pelo órgão regulador. Segundo a entidade, as operadoras aumentaram os investimentos em 14% entre agosto e novembro, para melhorar o atendimento e cumprir os planos apresentados à Anatel.

De acordo com a agência, o Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal (SMP) prevê a possibilidade de novas suspensões de comercialização e outras sanções às operadoras.

 

Empresa

A Claro é uma subsidiária da América Móvil para o Brasil. Os resultados a seguir tem como fonte a América Móvil.

Desempenho Operacional

Milhares

2009

2010

2011

∆Ano

Celulares

44.401

51.638

60.380

16,9%

Adições Líquidas

5.670

7.237

8.742

20,8%

% Pré-Pago

80,5%

80,2%

79,0%

-

ARPU (R$)

22,8

18

17,6

(10,7%)

MOU (minutos)

84

96

100

3,2%

Churn mensal

2,8%

3,1%

3,9%

22,2%

-------Nota: Nota: A partir do ano de 2009, os valores foram divulgados na normativa contábil internacional, IFRS.

Desempenho Econômico Financeiro

Milhões de R$

2009

2010

2011

∆Ano

Receita Bruta

14.361

14.895

-

-

Receita Líquida

10.332

11.764

12.398

5,4%

Consulte: Resultados da Americel (subsidiária da Claro)

Cobertura

A Claro tem no Brasil cobertura celular nacional, completada em Abr/09 quando ela passou a atender o triângulo mineiro.

Tecnologias

A Claro oferece o serviço com tecnologia GSM utilizando as frequências em 850 MHz de suas operadoras de Banda B, frequências em 1800 MHz e subfaixas de extensão. Ela daquiriu também frequências em 1,9/2,1 GHz e na Banda L.

A Claro oferece serviços de dados através de sua rede GSM utilizando a tecnologia GPRS/EDGE. A Claro iniciou a operação de sua rede 3G (WCDMA) em 2007.

Fatos Relevantes

Maio/ 2003

Telecom Américas adquire BSE da BCP

Ago/2003

Telecom Américas anuncia que vai adotar o nome de Claro para as suas operações no Brasil.

Compra da BCP.

Novembro

Telmex compra AT&T

Mar/2004

A Telmex anunciou acordo com a MCI para a compra da Embratel.

Set/2004

A Claro adquiriu em 21/09/2004 a licença para a Banda E em Minas Gerais, com exceção à região correspodente a área atendida pela Triângulo Celular em Minas Gerais, adquirida pela Telemig Celular. O termo de autorização foi asinado em abril de 2005.

Jun/2005

Claro anuncia a incorporação da Americel e Telet pela BCP

25/11/2005

Devido a liminar obtida pela Telemig Celular a Claro suspendeu as vendas para novos clientes e a operação da rede. A liminar foi concedida devido ao fato da Telos, fundo de pensão patrocinado pela Embratel (mesmo grupo da Claro), ser acionista da Telemig Celular.

28/11/05

A Anatel aprovou a transferência das ações que a Telos possui na Telemig Celular para a Angra Partners Consultoria e a Claro voltou a operar em 10/12/2005. Em 19/12/05 a operação foi novamente suspensa por liminar da justiça, cassada posteriormente. Em 22/12/05 a Claro voltou a operar.

Dez/2005

Claro inicia operação em Minas Gerais

Nov/07

Claro inicia a operação de sua rede 3G

Antigas Operadoras da Claro

A Claro foi formada pela aquisição de operadoras de SMP da Banda B e licenças adquiridas nas Bandas D e E.

Operadora

Banda

Comentário

Americel

B

Atende a Região Centro-Oeste (Área 7) formada pelo Distrito Federal, Acre, Tocantins, Goiás, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

ATL

B

Algar Telecom Leste, operadora que atende os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Área 3).

BSE

B

Atende os estados do Nordeste (Área 10). Foi adquirida da BCP em maio 2003.

Claro Digital (Telet)

B/D

Atende os estados do Rio Grande do Sul (Área 6) e Paraná (exceto Londrina e Tamarana) e Santa Catarina (Área 5). Em operação desde dez/03.

TESS

B

Atende o interior de São Paulo (Área 2).

BCP

B

Atende a região Metropolitana de São Paulo

Stemar

E

Minas Gerais (exceto região da CTBC),
Bahia e Sergipe (área 9) - Em operação desde dez/03.

Telet e prestadoras de serviço da Claro que possuíam ações negociadas na BOVESPA, foram incorporadas à BCP.

Fonte: Teleco.com.br

http://torpedogratis | Claro Torpedo | Topedo | Oi Torpedo
Torpedo Grátis © 2013 Torpedogratis.info Todos os Direitos Reservados - Logomarcas apresentadas no site são puramente informacionais e pertencem aos seus respectivos proprietários. Contato - Termos de Uso e Privacidade - Anuncie Conosco - Jogos - Bingo Gratis